http://www.blogger.com/start
 

TECMATRÔNICA®

nosso propósito é inteiramente didático free hit counter
 
Relógio

Look! (visitem!)TECMATRÔNICA INFORMÁTICA

sábado, 24 de outubro de 2009

CIRCUITOS SENSORES

Sensores e Detectores

Detector Metais

Detector Metais


ATENÇÃO - O uso e transporte de de detectores de metais encontra-se legislado, antes de utilizar verifique o enquadramento legal da sua utilização no link seguinte -  Lei n.º121/99 -  Utilização de detectores de metais.

Detector de proximidade por carga electrostática 

Detector proximidade electrostatico
Alimentação-12V DC Consumo-0,1 A 

Detector de sinal de vídeo 

Detector sinal vídeo
Alimentação-12V DC Consumo-0,1 A
Este detector permite activa um relé com a presença de vídeo composto na entrada 
 

 Detector de Proximidade por Infra Vermelhos

Detector proximidade Infra Vermelhos 
Alimentação V Max-12V DC Consumo I max-0,1 A
 

 Detector de Nível de Liquidos

Detector de nível de liquidos
A sonda é composta por dois electrodos de pelo menos 5 Cm de largura e separados entre si por menos de 1 Cm 
Alimentação-12V DC Consumo-0,1 A
ATENÇÃO - NÃO USAR PARA DETECTAR LIQUIDOS INFLAMÁVEIS

 Alarme Congelação

Alarme de congelação
 

Alarme Porta

Este dispositico é sensível ao toque, pode ser utilizado como alarme de uma porta, como sensor de toque em qualquer outra aplicação.
alarme porta
R1-1M   1/4W Resistência
R2-3K3  1 or 2W Resistência (ver notas)
R3-10K   1/2W Trimmer Cermet (ver notas)
R4-33K   1/4W Resistência
R5-150K   1/4W Resistência
R6-2K2  1/4W Resistência
R7-22K   1/4W Resistência
R8-4K7  1/4W Resistência

C1,C2-10nF   63V Ceramico ou Polyester Condensadores
C3-10pF   63V Ceramico Condensador
C4,C6-100nF   63V Ceramic or Polyester Condensadores
C5-2΅2   25V Electrolytic Condensador
C7-100΅F   25V Electrolytic Condensador

D1,D2,D4-1N4148   75V 150mA Diodos
D3-5 - 3mm. LED vermelho

Q1,Q2,Q3,Q5-BC547   45V 100mA NPN Transistores
Q4-BC557   45V 100mA PNP Transistor

L1-   (See Notes)
L2-10mH  inductor miniatura

Sensor(gancho)- (ver notas)

BZ1-Piezo (incorpora oscilador 3KHz)

SW1,SW2-SPST  Switch Miniatura

B1-9V  PP3 Bateria

Notas - 
L1 é formada por 20 a 30 espiras de fio de cobre esmaltado diâmetro de 0.4mm enrolada na R2 e soldar as extremidades da bobina à resistência.
Deve encher o corpo R2 completamente com o enrolamento da bobina:
o número de espiras pode variar ligeiramente, dependendo dos tipos diferentes comprimento da resistência de 1W ou 2W (as dimensões médias para estes componentes são 13-18mm. comprimento e 5-6mm. diâmetro).

O sensor ao toque é feito do fio não-isolado 1-2mm de diâmetro (bronze por exemplo).
Seu comprimento pode variar entre 5 a 10cm. (nao é crítico).

Se o dispositivo for movido frequentemente para locais diferentes, o potênciometro R3 pode ser substituído por um potenciômetro linear comum com o botão exterior para um fácil ajuste.

Para configurar o dispositivo, ajuste R3 até que o diodo emissor de luz se ilumine, a seguir gire lentamente para trás a chave de fenda (ou o botão) até que o diodo emissor de luz esteja completamente desligada. Neste momento, tocando no sensor com sua mão o diodo emissor de luz ilumina-se, apagando-se quando a mão é retirada. Finalmente, com SW1 ligado o o piezo vai ligar, mas não para até que SW2 esteja desactivado.

Interruptor Controlado por Voz (VOX) 

Este circuito usa um MC2830, permitindo criar um interruptor ativado voz (VOX). Um circuito tradicional do VOX é incapaz de distinguir entre a voz e o ruído no sinal. Num ambiente ruidoso, o interruptor é provocado frequentemente pelo ruído, ou a sensibilidade da activação deve ser reduzida. Este circuito supera este problema. O interruptor é activado pelo nível da voz acima do ruído e não se activado pelo ruído de fundo. Isto consegue-se utilizando as diferenças entre a modulação da voz e do ruído. Os modulação da voz têm geralmente uma escala de variação larga em amplitude, enquanto a modulação do ruído são mais estáveise menos amplas. A sensibilidade para activação com voz depende do valor de R6. A sensibilidade da ativação da voz está reduzida de 3.0dB a 8.0dB acima do ruído se R6 mudar de 14k a 7.0k.
Detector Voz - Voice Control (VOX)

Controle de temperatura para aquário

Este circuito destina-se a manter a temperatura de um aquário dentro de uma gama ajustada por P1.
O sensor é um termistor ou NTC de 22K, que deve ficar em contacto com a água do aquário mas devidamente isolado electricamente, se a resistência já se encontra no aquário, os circuitos podem ligar externamente com excepção da NTC. O relé MC2R1 tem contactos que podem suportar 2 ampéres, verifique a potência de consumo da resistência de aquecimento, normalmente é suficiente os 2A, pode ser substituído por outro. 
controlo temperatura para aquarios

Aquecedor para Aquário

Amplificador 10W Valculas electronicas

Circuito: O Valor da Resistência R1 de aquecimento varia em função da entrada de 220V ou 110V
  • 110V: 470 a 1K2
  • 220V: 1K7 a 4K7
O circuito não se desliga automaticamente, o controle de temperatura pode ser executado por outro circuito,  controle de temperatura para aquário.

OS/2

http://www.meiobit.com/files/os2.gif

Desde o início da era PC, a Microsoft e a IBM vinham trabalhando juntas no desenvolvimento do MS-DOS e outros programas para a plataforma PC. Mas, em 1990, a IBM e a Microsoft se desentenderam e cada uma ficou com uma parte do trabalho feito, com o qual tentaram tomar a liderança do mercado de sistemas operacionais.
http://files.oldos.org/images/os2v1splash.gif

Alguns brincam que a IBM ficou com a parte que funciona e a Microsoft com o resto, mas a verdade é que apesar de o OS/2 da IBM ser tecnicamente superior ao Windows 95, foi o sistema das janelas quem levou a melhor, pois era mais fácil de usar e contava com a familiaridade dos usuários com o Windows 3.1, enquanto a IBM derrapava numa combinação de falta de investimento, falta de apoio aos desenvolvedores e falta de marketing.

Inicialmente, o OS/2 era incompatível com os softwares desenvolvidos para o Windows, o que era um grande empecilho, já que o Windows era muito mais popular entre os desenvolvedores. Depois de muita negociação, a IBM conseguiu um acordo com a Microsoft, que permitia que o OS/2 executasse o Windows 3.11 dentro de uma máquina virtual, oferecendo compatibilidade com seus programas. Entretanto, o tiro acabou saindo pela culatra, pois desestimulou ainda mais o desenvolvimento de aplicativos nativos para o OS/2, fazendo com que ele acabasse concorrendo (em desvantagem) com o Windows em seu próprio território. Rodar programas Windows dentro do OS/2 era muito mais problemático e o desempenho era inferior, fazendo com que mais e mais usuários preferissem usar o Windows diretamente.

Embora esteja oficialmente morto, o OS/2 ainda é utilizado por algumas empresas e alguns grupos de entusiastas. Em 2005 a Serenity comprou os direitos sobre o sistema, dando origem ao eComStation, um sistema comercial disponível no http://www.ecomstation.com/.

YOU TUBE

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

Quase super busca

VIDEOS

manutenção em lap top CONSERTO DA CALCULADORA

O BLOG CRIADO PARA VC QUE GOSTA DE TECNOLOGIA

NOSSO PROPÓSITO É INTEIRAMENTE DIDÁTICO.

VALEU!!!