http://www.blogger.com/start
 

TECMATRÔNICA®

nosso propósito é inteiramente didático free hit counter
 
Relógio

Look! (visitem!)TECMATRÔNICA INFORMÁTICA

segunda-feira, 29 de junho de 2009

free hit counter

Como consertar um liquidificador

O liquidificador é um eletrodoméstico comum e útil na cozinha. Alimentos e líquidos são misturados ou triturados de acordo com a velocidade estabelecida pelo usuário. O liquidificador atual pode picar gelo, fazer pasta de amendoim, ralar queijo e desempenhar muitas outras funções úteis.

Como funcionam os liquidificadores

O liquidificador de cozinha é um eletrodoméstico com motor. A hélice dentro do copo está conectada ao eixo do motor. Ao variar a corrente que chega ao motor, controla-se a velocidade da hélice.

A manutenção preventiva pode reduzir os consertos necessários para manter o liquidificador funcionando por muitos anos. As duas medidas mais importantes que o usuário do aparelho pode tomar são não sobrecarregar o liquidificador e manter a vedação em perfeitas condições.

Cross section of a blender

Seção transversal de um liquidificador

A chave de velocidades múltiplas no liquidificador envia corrente ao motor de acordo com os botões de controle que são selecionados ou o período de tempo em que o reostato fica ligado. Mais corrente significa uma velocidade maior no motor. Colocar alimentos duros no copo do liquidificador e tentar triturá-los em baixa velocidade faz com que o motor queime.

Como o copo recebe líquidos e precisa ser desmontado para limpeza, ele tem vedações para impedir vazamentos. Além disso, o corpo do liquidificador tem uma vedação ao redor do acoplamento para que os líquidos não vazem para o motor vulnerável. Manter essas vedações bem fechadas e ter o cuidado de não deixar que os líquidos derramem do copo pode ajudar a manter o bom funcionamento do aparelho.

Como consertar um liquidificador

Entre os consertos em liquidificadores estão manutenção da chave de velocidades múltiplas, troca de fusível, manutenção do motor, ajuste do parafuso de comando e manutenção da hélice.

Manutenção da chave de velocidades múltiplas: é fácil entender por que a chave de velocidades múltiplas é um componente fundamental do liquidificador. Por causa de seu grande uso e complexidade, é quase sempre o responsável por problemas no aparelho. Para a manutenção da chave de velocidades múltiplas, siga as instruções abaixo.

1) Remova a base do liquidificador.

2) A chave de velocidades múltiplas fica presa à base com clips ou parafusos, aos quais temos acesso pela parte inferior ou interna da base. Inspecione visualmente a chave antes de removê-la; em muitos casos, o problema é um terminal frouxo. Caso contrário, um fio ou terminal escurecido pode identificar onde ocorreu o problema.

3) Verifique a chave de velocidades múltiplas com um multímetro.

Removendo a tampa e testando

Remova a chave de velocidades múltiplas do liquidificador para testá-la

4) Devido a sua localização exposta na frente do liquidificador, a chave é suscetível a danos causados por líquidos. Use uma lata de ar comprimido ou um limpador de contato elétrico para limpar a chave. Se necessário, troque-a.

Trocar o fusível: felizmente, a maioria dos liquidificadores tem um fusível em série que protege o motor de sobrecarga. Se corrente excessiva for enviada ao motor, o fusível queima. Você precisa determinar se o fusível está funcionando.

1) Remova a base do liquidificador e localize o fusível no fio que vai da chave de velocidades múltiplas até o motor.

2) Desconecte o fio e use um multímetro para testar o fusível. Se o circuito estiver aberto, o fusível está queimado.

3) Troque o fusível defeituoso por outro de mesma capacidade.

Manutenção do motor: de modo geral, o motor suporta muitos anos de uso (mas não muito abuso). Infelizmente, se o motor precisa ser trocado, talvez seja mais compensador comprar um liquidificador novo.


É fácil testar o funcionamento do motor. Visto que existe um circuito que vai do cabo do eletrodoméstico ao motor, através dos controles de velocidades múltiplas, e de volta ao cabo, um ohmímetro (que faz parte do multímetro) pode testar o circuito.

1) Coloque o multímetro em cada pino do cabo elétrico.

2) Selecione um botão ou gire levemente o controle de velocidade, depois leia a resistência no medidor.

3) Em seguida, gire o parafuso de comando uma vez no sentido horário. Se a leitura de resistência (em ohms) mudar, o motor precisa de manutenção. Leve-o à assistência técnica autorizada ou troque o aparelho, dependendo do custo.

Ajuste do parafuso de comando: se o motor funcionar bem, mas a hélice no copo do liquidificador não girar como deveria, o problema pode ser o parafuso de comando. A causa mais freqüente é um parafuso de comando frouxo.

1) Remova a base e vire o liquidificador de cabeça para baixo. A outra extremidade do eixo de comando surgirá na parte inferior do motor.

2) Segure o eixo de comando com uma chave inglesa ou alicate, depois vire o liquidificador de lado para prender uma chave inglesa ao parafuso de comando.

3) Mantenha firme o eixo de comando enquanto você gira o parafuso de comando no sentido horário.

A outra causa de problemas no parafuso de comando é o arredondamento de seus cantos, o que requer um novo parafuso. Para trocá-lo, inverta as instruções para apertá-lo, instale a nova peça e faça o ajuste.

Manutenção da hélice: o funcionamento da hélice do liquidificador é simples. Ela é movida pelo parafuso de comando, que mistura ou tritura alimentos dentro do copo.

está marcada dentro do copo.

A hélice do liquidificador mistura ou tritura alimentos no copo

O problema mais comum é causado pelo vazamento de líquidos no copo. A solução é apertar a base. Se isso não resolver o problema, inspecione e, se necessário, troque a junta.

Se o parafuso de comando estiver girando, mas a hélice não, verifique o soquete da hélice em que se encaixa o parafuso de comando. Talvez ele esteja gasto e seja necessário trocá-lo. Trata-se de um problema comum em liquidificadores com parafusos metálicos de comando e soquetes para hélice feitos de plástico.

Como consertar um abridor elétrico de lata

Alimentos enlatados representam facilidade e conveniência no preparo das refeições. Em segundos, um abridor elétrico de lata coloca à nossa disposição uma variedade de frutas, verduras e até mesmo pratos principais enlatados. Alguns modelos também abrem garrafas ou amolam facas.

Obviamente, tentar abrir uma lata com um abridor defeituoso nos tenta a pedir comida pronta. Felizmente, abridores elétricos de lata são eletrodomésticos simples, de fácil manutenção e conserto.

Como funcionam os abridores elétricos de lata

O abridor elétrico de lata é ativado por uma alavanca operacional. Ela se ergue e a borda da lata é colocada entre o cortador e o mecanismo de avanço. Um imã prende a parte superior da lata.

Quando pressionada para baixo, a alavanca ativa uma chave que liga o motor. O motor transmite força através das engrenagens para girar o pequeno mecanismo de avanço e rodar a lata. Ao girar a lâmina, o cortador corta a borda da tampa. Quando se remove a lata, a tampa permanece presa ao imã.

Cross section of a can opener

A seção transversal de um abridor elétrico de lata

Muitos problemas com abridores elétricos de lata podem ser solucionados antes de ocorrerem, com limpeza e lubrificação periódica do cortador e roda motriz. Desligue o abridor da tomada, limpe as peças com uma escova de dentes e detergente suave, passe um pano limpo e lubrifique com óleo leve ou lubrificante branco. Remova o excesso de lubrificante para que ele não passe aos alimentos ou a outros componentes do aparelho.

Como consertar um abridor de lata

Abridores de lata são fáceis de consertar. Entre os consertos mais comuns estão manutenção da chave, do mecanismo de avanço, do esmeril e do motor.

Manutenção da chave: uma chave de contato ativada pela alavanca operacional do abridor de lata elétrico liga e desliga o aparelho. Um defeito nela pode impedir o funcionamento do aparelho, além de que é muito fácil consertar a chave.

1) Retire a tampa do abridor de lata para que você possa observar como ele é ativado.

2) Pressione a alavanca para baixo para ter certeza de que ela faz contato com a chave. Caso contrário, verifique e remova qualquer obstrução, ou realinhe a alavanca para que ela faça contato.

3) Se mesmo assim a chave não funcionar, desligue o aparelho da tomada e teste com um multímetro.

4) Se os contatos estiverem corroídos, use lixa de papel presa em alicate para limpá-los. Se um contato estiver quebrado ou se a chave estiver defeituosa, troque-os.

5) Remova e marque todos os fios, solte a chave e retire-a do encaixe. Faça a troca por uma chave identificada como peça de reposição para o seu eletrodoméstico.

Manutenção de engrenagens: as engrenagens traduzem a potência do motor em torque que gira a lata. Isso requer um mecanismo de avanço na borda da lata e, no mínimo, outra engrenagem maior dentro do aparelho.

1) Inspecione o mecanismo de avanço e limpe ou troque se ele estiver gasto ou quebrado.

2) Verifique as engrenagens internas abrindo a tampa do aparelho e removendo-as cuidadosamente. É possível que alguns dentes estejam faltando ou tenham se dobrado, ou apenas precisem de lubrificação, com um lubrificante branco. Se for necessário substituir as engrenagens, certifique-se de que as engrenagens de reposição são exatamente iguais em todas as dimensões, entre as quais largura, circunferência e número de dentes.

3) Se não for possível achar substituto para uma engrenagem quebrada, considere a possibilidade de usar uma cola para metal ou plástico, dependendo do caso, para consertar o problema. Ao terminar, reposicione com cuidado as engrenagens e a tampa, depois teste o aparelho.

Manutenção do esmeril: alguns abridores elétricos de lata têm um esmeril embutido que amola a lâmina enquanto ela é usada. Outros abridores elétricos de lata também funcionam como amoladores de facas, usando o motor para alimentar um ou mais esmeris para desempenhar a tarefa.


A causa mais comum de problemas com o esmeril é que rebarbas de pedra e outras partículas obstruem o funcionamento do aparelho.
Essa situação pode fazer com que o motor fique sobrecarregado ou que seu fusível queime. A melhor maneira de evitar esse problema é limpar periodicamente o esmeril e a área que o cerca.

Depois de gasto ou danificado, o esmeril precisa ser trocado por outro de mesmo tamanho. Alguns modelos usam um parafuso ou clip para manter a pedra no eixo. Outros exigem que apedra e o eixo sejam substituídos ao mesmo tempo. Dependendo da função do esmeril em seu abridor de lata, talvez seja melhor
desconectá-lo ou não usá-lo.

Manutenção do motor: abridores elétricos de lata e outros eletrodomésticos que não exigem muita potência usam um motor de pólo graduado. Ele tem menos peças do que o motor universal e é menos oneroso. Testar e trocar o motor de um abridor elétrico de lata é muito simples.

1) Desligue o aparelho da tomada, abra-o e encontre o fusível no motor.

2) Coloque uma sonda do multímetro de um lado e a segunda do outro lado do fusível. Se a luz de continuidade não acender, o fusível está queimado e precisa ser trocado.

3) Prenda um multímetro a dois fios sobre a bobina indutora. Se o circuito estiver aberto, substitua o motor inteiro. Pode-se obter um exatamente igual em uma loja especializada em peças para eletrodomésticos.

4) Sempre verifique as indicações de desgaste que causam trepidação do eixo. Remova o rotor para ver se há dano ou desgaste excessivo.

Como consertar um triturador de lixo

Trituradores de lixo são eletrodomésticos práticos na cozinha, que algumas pessoas consideram um luxo e outras uma necessidade. Trituradores de lixo podem liquefazer rapidamente resíduos de alimentos ou sobras de comida. Quando estragam, podem ser uma frustração, exigindo que todos os alimentos em seu interior sejam removidos antes do conserto.

Felizmente, com manutenção mínima, um triturador de lixo pode durar muitos anos sem precisar de grandes reparos. A manutenção simples inclui assegurar que os inimigos do triturador - gordura, itens grandes, itens duros, alimentos fibrosos - sejam eliminados de sua dieta.

Além disso, verifique se a água está correndo enquanto o triturador está em funcionamento, de forma que os resíduos passem pelo ralo sem se solidificar dentro do aparelho.

Como funcionam os trituradores de lixo

Um triturador de lixo é um eletrodoméstico com motor. O motor gira um volante ao qual se prendem palhetas. Essas palhetas rotatórias batem e cortam resíduos alimentares dentro da câmara repetidas vezes, triturando-os em partículas pequenas que podem ser eliminadas pelo cano para o sistema séptico.

Alguns trituradores de lixo têm uma linha de entrada para a lava-louças. A unidade fica presa à pia por meio de uma flange, anel e parafusos de fixação.

Cross section of a garbage disposer

A seção transversal de um triturador de lixo

Como consertar um triturador de lixo

Entre os consertos comuns em trituradores de lixo estão a manutenção do volante, mangueiras e vedação, além de palhetas gastas. Eis as instruções passo a passo para esses consertos.


Manutenção do volante: o volante em um triturador de lixo gira para impulsionar as palhetas que trituram os resíduos alimentares. Se ele não girar, o triturador não funciona. Um volante emperrado também pode queimar o motor se não for consertado a tempo. Felizmente, é fácil desemperrá-lo.

1) Verifique no lado inferior do triturador se há um orifício hexagonal.

2) Se houver, procure uma chave inglesa sextavada. Essa chave é usada para girar o eixo do motor e o volante sem ter acesso ao interior do triturador de lixo. Caso você não encontre essa chave, procure em sua caixa de ferramentas ou compre uma.

3) Basta inserir a chave sextavada no orifício hexagonal e girá-la em um círculo em ambas as direções para liberar o volante.

Se não houver um orifício hexagonal, insira um pequeno cabo de vassoura pelo orifício de escoamento, apoiando uma extremidade na lateral de uma palheta. Aos poucos, aplique braço de alavanca para mover a palheta em uma ou outra direção e liberar o volante.

Manutenção de mangueiras e vedações: uma queixa comum sobre os trituradores de lixo é que eles vazam água para o armário em que ficam instalados, sob a pia. Ao estudar o vazamento e sua localização, quase sempre é possível determinar sua origem.

Água parada com descoloração de alimentos indica vazamento no cano de escoamento ou na entrada da lava-louças. Se a água estiver morna, provavelmente é da lava-louças. Se a água estiver limpa, pode ter vindo da pia antes de entrar no triturador de lixo. Abaixo, instruções para avaliar um vazamento e trocar a vedação.

1) Coloque a mão em diversos locais em torno do triturador. Às vezes, podemos localizar a origem quando sentimos a água correr pela mão.

2) Se o vazamento for debaixo do triturador de lixo, é provável que ele esteja passando pela vedação do volante para dentro do motor. Nesse caso, é preciso retirar o triturador de lixo do sistema de escoamento. Desmonte a unidade e troque a vedação - ou procure a assistência técnica.

If leakage is from underneath the garbage disposer, remove the disposer from the drain system.

Se o vazamento estiver debaixo do triturador de lixo,
remova a unidade do sistema de escoamento

Manutenção de palhetas gastas: para remover o triturador de lixo e amolar as palhetas, siga as instruções abaixo.

1) Desligue o triturador de lixo da tomada, lembrando-se de desligar o disjuntor ou retirar o fusível na caixa de distribuição se o triturador estiver ligado diretamente dentro de casa.

2) Remova todas as conexões de mangueiras que entram ou saem do triturador. Alguns trituradores de lixo podem então ser retirados girando-os para liberá-los do anel de suporte. Outros exigem que a unidade seja desparafusada do anel. Lembre-se que um triturador de lixo é um eletrodoméstico relativamente pesado, por isso sua liberação rápida faz com que suas mãos tenham que sustentar o peso total do aparelho.

3) Para fazer a manutenção de palhetas gastas em muitos modelos, é preciso remover o volante. Trave o volante no lugar com uma chave de fenda, depois afrouxe o parafuso de travamento.

4) Depois de remover o volante, as palhetas podem ser retiradas ou amoladas no próprio aparelho. Se não for possível amolar as palhetas, será preciso trocar o conjunto do volante.

Como consertar um aspirador de pó

De modo geral, aspiradores de pó duram de 8 a 12 anos, dependendo de sua qualidade, freqüência de uso e manutenção geral. Com a manutenção e os reparos necessários em seu aspirador de pó, você pode prolongar sua vida útil e reduzir seu custo real.

Há dois tipos comuns de aspiradores de pó: tipo vassoura e de arrastar. O aspirador de pó tipo vassoura tem o motor e o bocal na mesma unidade. O aspirador de pó de arrastar tem o motor e o coletor de pó em uma unidade e o bocal em outra unidade de potência, com as duas unidades conectadas por um tubo ou mangueira flexível.

Cross section of an upright vacuum

Seção transversal de um aspirador de pó do tipo vassoura

Como funcionam os aspiradores de pó do tipo vassoura

O aspirador de pó do tipo vassoura usa um motor e uma ventoinha para puxar a sujeira de uma superfície e depositá-la no coletor de pó. A sujeira se desprende e é sugada pelo aparelho com uma escova giratória. O aspirador de pó do tipo vassoura é guiado pelo usuário por meio de um puxador em que estão montados o coletor e os controles. A operação é simples. A manutenção e os consertos são fáceis de fazer.

Como funcionam os aspiradores de pó de arrastar

Um aspirador de pó de arrastar joga a maior parte de seu peso (motor, filtros, coletor e dispositivo para recolher o fio) em uma unidade separada, para que o aparelho fique mais leve.

Com um tubo flexível longo, a unidade mais pesada pode ficar no meio de um cômodo enquanto o bocal de sucção se desloca com facilidade. Esse modelo permite o uso de motores cada vez maiores e potentes.

Assim como no aspirador tipo vassoura, o aspirador de arrastar levanta a sujeira com a escova giratória localizada na extremidade do tubo flexível e alimentado por um motor menor. O motor principal suga a sujeira pelo tubo flexível. As rodinhas permitem que ele se movimente com facilidade. Como a ventoinha em um aspirador de arrastar é mais isolada que a de um aspirador do tipo vassoura, ela costuma ser menos suscetível a danos.

Cross section of a canister vacuum.

Seção transversal de um aspirador de arrastar

Como consertar um aspirador de pó do tipo vassoura

As dicas a seguir dão instruções simples para fazer a manutenção da chave liga/desliga de um aspirador de pó do tipo vassoura, escova giratória, correia motriz, ventoinha e motor. Você também aprenderá como consertar uma chave liga/ desliga, uma conexão de fio na unidade de potência, bocal, motor e dispositivo para enrolar o fio em um aspirador de arrastar.

Manutenção de uma chave liga/ desliga: por causa de seu uso repetitivo, a chave liga/desliga de um aspirador de pó pode apresentar problemas. Felizmente, na maioria dos modelos o acesso à chave é fácil e o teste é simples. Algumas são presas com rebites, mas a maioria usa parafusos.

1) Tome o cuidado de desligar o aspirador da tomada, depois retire a tampa para expor a parte traseira da chave. A chave pode estar no puxador ou no corpo do aparelho


2) Verifique os fios para ver se estão bem conectados à chave.

3) Use um multímetro para ver se há um circuito aberto quando a chave estiver desligada e um circuito fechado quando ela estiver ligada.

4) Se houver algum problema com o circuito, ou se a chave não mostrar resultados corretos no teste, remova e troque-a por outra igual.

Manutenção do bocal: o bocal em um aspirador do tipo vassoura é o primeiro contato que o aparelho tem com a sujeira. Ele é também um dos primeiros componentes que precisam de manutenção.

O bocal é um rolete redondo com uma série de escovas deslocadas. As escovas podem desgastar, o rolete pode sofrer danos, o protetor da extremidade pode sair e se perder e a correia motriz pode se soltar, havendo a necessidade de remoção ou troca do bocal.

1) Para inspecionar o bocal, vire o aspirador de cabeça para baixo. O bocal fica na borda frontal do corpo do aparelho.

2) Remova os prendedores em cada extremidade, remova a correia motriz e retire o bocal do corpo do aparelho.

3) Para desmontar o bocal, remova o protetor da extremidade e da flange e puxe a escova do suporte.

4) Se estiver gasta, troque a escova. Se estiver quebrada, substitua o protetor, flange ou suporte. Se necessário, troque todo o bocal.

Manutenção de uma correia motriz: a correia motriz em um aspirador do tipo vassoura transmite potência do motor ao bocal. Ela deve ser inspecionada uma vez por mês para ver se está em boas condições. Alguns bocais têm um ajuste que permite apertar ou afrouxar a correia motriz.

1) Remova uma extremidade do bocal (ver "Manutenção de um bocal") do corpo do aspirador.

2) Solte a correia motriz da polia do motor e retire-a do contorno do bocal.

3) Passe a nova correia motriz sobre o bocal e em torno da polia do motor.

4) Reinstale o bocal e ajuste a correia motriz, se necessário.

Manutenção da ventoinha: a ventoinha em um aspirador do tipo vassoura fica localizada sob o motor. Ela leva a sujeira sugada pelo bocal para o coletor de pó. Na maioria dos casos, a ventoinha não precisa ser substituída, basta a manutenção periódica.

1) Retire a tampa do motor e desmonte o motor do corpo do aspirador. A ventoinha fica no lado inferior do motor.

Servicing an upright vacuum's motor and dirt fan.

Manutenção do motor e da ventoinha de um aspirador do tipo vassoura

2) Limpe a base e as pás da ventoinha com pano úmido. Verifique se há danos nas pás causados pela sucção de objetos sólidos.

3) Desparafuse a ventoinha do eixo do motor para inspecionar e limpar a parte traseira.

4) Verifique se o eixo do motor precisa de lubrificação.

5) Se for preciso trocar a ventoinha, cuide para que a nova peça seja idêntica à original. Leve a peça antiga à loja especializada em peças para eletrodomésticos para que não haja engano na hora da compra.

Manutenção do motor: a maioria dos aspiradores do tipo vassoura é projetada para ter vida útil razoavelmente longa. Contudo, alguns duram mais do que outros. Essa durabilidade depende, em grande parte, da qualidade do motor. Se o motor do aspirador parar de funcionar inesperadamente, verifique o cabo elétrico, a ventoinha (para ver se está emperrada) e a chave liga/ desliga. Também é possível que o motor esteja com defeito.

1) Se você suspeita de defeito no motor, primeiro teste as escovas do motor com um multímetro.

se você suspeita de defeito no motor." src="http://static.hsw.com.br/gif/how-to-repair-small-appliances-31.jpg" border="0" width="400" height="274">

Teste as escovas do motor do aspirador do tipo vassoura com um multímetro
se você suspeita de defeito no motor

2) Gire o eixo do motor ou o bocal com a mão. O motor deve manter a continuidade.

3) Caso contrário, substitua as escovas ou leve o aspirador à assistência técnica autorizada. Se o motor não tiver conserto, talvez seja melhor comprar outro aspirador, porque o custo de um novo motor é um grande investimento.

Como consertar um aspirador de pó de arrastar

Um aspirador de pó de arrastar tem seus próprios procedimentos de consertos.

Manutenção da chave liga/desliga: como as chaves na maioria dos eletrodomésticos, a chave liga/ desliga do aspirador de arrastar é muito usada. Considerando-se a facilidade do conserto e o baixo custo de uma peça nova, essa chave é um dos primeiros componentes que devemos verificar se o aspirador não liga. Teste as escovas do motor do aspirador do tipo vassoura com um multímetro se você suspeita de defeito no motor.

1) Abra ou remova o corpo do aparelho para ter acesso à parte traseira da chave.

2) Use um multímetro para ver se há um circuito aberto quando a chave estiver desligada e um circuito fechado quando ela estiver ligada.

3) Além disso, verifique a fiação e os terminais para ver se estão conectados corretamente.

4) Se a chave realmente não funciona corretamente, retire-a e troque-a. Algumas chaves são presas ao aparelho com parafusos, outras com prendedores ou colchetes. Algumas são presas com rebites.

Manutenção de uma conexão de fio na unidade de potência: uma vantagem do aspirador de arrastar é que a parte que se desloca pelo piso é mais leve do que um aspirador do tipo vassoura. Uma desvantagem é que a energia precisa ser levada primeiro à unidade que se desloca pelo piso e, depois, à unidade de potência.

A conexão entre as duas unidades costuma ser fonte de problemas, mesmo nos aspiradores de altíssima qualidade. O motivo é que há quatro seções de conexão: da unidade móvel ao tubo flexível, de uma extremidade do tubo à outra, de uma extremidade do tubo sugador à outra e dentro do bocal. A extremidade de cada seção de fio tem um conector. Se a conexão não for suficiente, o bocal não funciona ou funciona apenas intermitentemente.

Na maioria dos casos, a manutenção dessa ligação de fios requer apenas a inspeção e ajuste de cada conector, sempre que necessário. Se um conector específico tiver uma ligação que apresente problemas com freqüência, pode-se limpar as conexões macho e fêmea com uma lixa de papel e uma lata de ar comprimido.

Fios partidos ou isoladores gastos às vezes podem ser reconectados e protegidos com fita isolante. Contudo, se o fio estiver dentro do tubo flexível (ou mangueira), é preciso que a mangueira também seja trocada.

Manutenção de um bocal: a manutenção do bocal em um aspirador de arrastar é bem parecida com a do bocal em um aspirador do tipo vassoura.

1) Remova os prendedores de cada extremidade do bocal e retire-o, bem como a correia motriz, do corpo do aparelho. Em muitos casos, tudo que se tem a fazer é limpar a escova e as duas extremidades. Remova qualquer excesso de pelos de animais ou fibras de carpete que possam estar presos ao bocal.

2) Se necessário, remova a flange e a tampa do bocal para retirar a escova do eixo e limpá-la ou trocá-la.

3) Verifique também a correia motriz e troque-a se estiver gasta ou danificada.

4) Ao reposicionar o bocal, puxe a correia para ver se ela tem tensão suficiente para girá-lo. Se a correia estiver frouxa, ajuste-a de acordo com as instruções no manual do usuário.

Manutenção do motor: o motor de um aspirador de arrastar é de fácil acesso na maioria dos modelos. Para testar e trocar as escovas do motor, siga as instruções abaixo.

1) Abra a tampa do aparelho e retire a tampa do motor.

Abra a tampa do aparelho para ter acesso ao motor.

Abra a tampa do aparelho para ter acesso ao motor

2) Coloque o multímetro nos dois fios que saem da chave liga/ desliga e chegam ao motor.

3) Gire o eixo do motor algumas vezes com a mão. O motor deve apresentar circuito fechado no teste, com certa resistência. Se o ohmímetro não indicar nenhuma resistência ou resistência infinita, o motor provavelmente está danificado.

4) Verifique as escovas do motor da mesma maneira, se forem acessíveis. Troque-as se necessário.

Para outros consertos no motor, leve o aspirador à assistência técnica autorizada. Se for preciso trocá-lo, avalie as condições gerais do aspirador e considere a possibilidade de comprar outro aparelho.

Manutenção do enrolador automático de fios: o enrolador automático de fios em um aspirador de arrastar é um dispositivo que simplesmente facilita guardar o fio. Ele não limpa nada. O enrolador automático de fios costuma ficar localizado na parte traseira da unidade móvel.

Uma mola interna proporciona tensão suficiente para recolher o fio. O enrolador gira o fio em círculo, por isso a extremidade interna do fio também precisa girar em círculo. Ao mesmo tempo, ele tem que estar eletricamente ligado ao motor.

Para que isso funcione,o fio fica preso a um contato giratório denominado bloco coletor. É um condutor circular de eletricidade que passa corrente da extremidade interna do fio a um bloco fixo. Se os blocos ficam sujos ou corroídos, eles não passam corrente ao motor.

1) Abra a tampa superior do aparelho. Há outra tampa de vedação que protege o enrolador automático de fios - e provavelmente o motor também - da câmara de vácuo.

2) Dependendo se você estiver limpando ou trocando o enrolador automático de fios, talvez seja necessário retirá-lo do corpo do aparelho. Para isso, encontre os prendedores que o mantêm no lugar e solte-os. Se necessário, corte os dois fios que vão do enrolador ao motor. Em alguns casos, é possível fazer ajustes e consertos sem cortar os fios do motor.

3) Limpe a sujeira do enrolador automático de fios, depois limpe o coletor e o bloco fixo, com pano macio embebido em álcool isopropil. Se apresentar corrosão, os blocos devem ser lixados superficialmente e depois limpos com pano.

4) Ajuste a mola se necessário e reinstale a unidade em ordem reversa, substituindo os fios cortados, se for o caso.

Introdução: Como funciona o relé

Um relé é um simples switch eletromecânico formado por um eletroímã e um conjunto de contatos. Os relés estão escondidos em todo tipo de dispositivos. Os primeiros computadores utilizavam relés para implementar funções booleanas.


Um relé aberto

Neste artigo, vamos entender como funcionam os relés e saber onde eles são utilizados.



Construção de um relé

Os relés são dispositivos simples e possuem quatro partes:
  • eletroímã
  • armadura que pode ser atraída pelo eletroímã
  • mola
  • conjunto de contatos elétricos
A animação a seguir mostra estas quatro partes em ação.

Nesta figura, você pode perceber que o relé é formado por dois circuitos completamente independentes. O primeiro está na parte inferior e funciona com o eletroímã. Neste circuito, um switch controla a potência do eletroímã. Quando o switch está ligado, o eletroímã é ativado e atrai a armadura (azul). A armadura funciona como um switch no segundo circuito. Quando o eletroímã está energizado, a armadura completa o segundo circuito e a luz se acende. Quando o eletroímã não está energizado, a mola puxa a armadura e o circuito não se completa. Neste caso, a luz não acende.

Quando você adquire um relé, você pode controlar diversas variáveis.

  • a voltagem e corrente necessárias para ativar a armadura;
  • a voltagem e corrente máximas que a armadura e contatos da armadura podem suportar;
  • o número de armaduras (geralmente, uma ou duas);
  • o número de contatos da armadura; geralmente, um ou dois (o relê do exemplo tem dois, mas um não é utilizado);
  • se o contato (caso exista apenas um contato) está normalmente aberto (NA) ou normalmente fechado (NF).


Aplicações dos relés

O objetivo do relé é utilizar pequena quantidade de energia eletromagnética (proveniente, por exemplo, de um pequeno interruptor ou circuito eletrônico simples) para mover uma armadura que pode gerar uma quantidade de energia muito maior. Por exemplo, você pode usar 5 volts e 50 miliamperes para ativar o eletroímã e energizar uma armadura que suporta 120V AC em 2 ampéres (240 watts).

Os relés são comuns em eletrodomésticos, geralmente quando existe um controle eletrônico que liga algo como um motor ou uma lâmpada. Eles também são muito comuns em carros, onde a fonte de energia de 12V significa que quase tudo no carro precisa de uma grande quantidade de corrente. Nos modelos mais novos, os fabricantes combinam os painéis de relés na caixa de fusíveis para facilitar a manutenção. As seis caixas cinzas nesta foto da caixa de fusíveis do Ford Winstar são relés.


Em lugares onde se precisa de uma grande quantidade de energia, os relés são ligados em cascata. Neste caso, um pequeno relé energiza um relé maior e este último aciona a energia suficiente para realizar o trabalho.

Os relés também podem ser utilizados para implementar a lógica booleana. Consulte Como funciona a lógica booleana para obter mais informações.

FOTOACOPLADORES


Fotoacoplador, também chamado de acoplador ótico, optoacoplador ou optoisolador, é um componente formado basicamente por um LED e um fototransístor dentro de um CI com a função de transferir uma informação elétrica entre dois circuitos através de luz, ou seja, sem contato elétrico entre eles. Abaixo vemos o símbolo e alguns tipos de fotoacopladores:



Funcionamento - Aplicando uma tensão nos pinos do LED, este acende e a luz polariza a base do fototransístor interno. Desta forma, o fototransístor conduz e faz a corrente circular por outro circuito isolado eletricamente. Estes componentes são usados como sensores em alarmes, aparelhos de som, vídeocassetes, eletrônica industrial e em fontes chaveadas são usados para ajudar a regular as tensões de saída (+B). Existem vários tipos de fotoacopladores, alguns com dois LEDs e dois fototransístores (duplo), outros ainda mais complexos, contendo muitos componentes no interior do CI. Abaixo vemos alguns tipos de fotoacopladores complexos:









COMO TESTAR UM FOTOACOPLADOR

Os tipos mais simples (LED e fototransístor interno) podem ser testados usando dois multímetros na escala de X1, como podemos ver abaixo:





Meça com um dos multímetros o pino 1 e 2 nos dois sentidos. O ponteiro só deve deflexionar num sentido. Se deflexionar nos dois, o LED está em curto e o fotoacoplador não presta mais. Se o ponteiro não mexer em nenhum sentido, o LED está aberto. Medindo os pinos 3 e 4 (fotoacoplador de 4 pinos) ou os pinos 4 e 5 (fotoacoplador de 6 pinos) o ponteiro não deve deflexionar em nenhum sentido enquando não se polariza o LED. Se o ponteiro mexer, o fototransístor está com defeito e a peça está inutilizada. Agora usaremos os dois multímetros. Coloque a ponta preta de um deles no pino 3 (4 pinos) ou 5 (6 pinos) e a vermelha no pino 4 dos dois tipos. Com o outro multímetro meça os pinos 1 e 2 nos dois sentidos. Observe que quando o ponteiro mexe, o do outro multímetro acompanha. Se isto ocorrer, o fotoacoplador está bom. Se o ponteiro de um multímetro mexer e o do outro não, o fotoacoplador está com defeito.



Topico destinado para programas de Eletrônica e links de programas e projetos interessantes sobre eletronica

Topico destinado para programas de Eletrônica,links de programas e projetos interessantes sobre eletronica


Links :
http://www.casemodbr.com/index.php?artigos&eletronica

http://www.burgoseletronica.cjb.net/

http://www.brunoselectronic.hpg.ig.com.br/index.htm
http://www.joranation.kit.net/
http://circuitoshp.cjb.net/
http://www.ezuim.com
http://www.chip-homepage.pt.vu/
http://planeta.terra.com.br/arte/risnik/
http://www.eletricazine.hpg.ig.com.br/index.htm
http://www.aaroncake.net/circuits/index.asp
http://www.geocities.com/Area51/Dunes/5580/index_Eletronica.html
http://www.eletronicosonline.com
http://www.eletrotel.com.br
http://www.rogercom.com/
http://www.setemonitor.hpg.ig.com.br/index.html
http://www.technick.net/public/code/index.php
http://www.oeletronico.hpg.ig.com.br/index.htm
http://www.oficina-electronica.com/beta/index.php
http://joseagaucho.vilabol.uol.com.br/index.html
http://portaleletronico.cjb.net/
http://caveromiranda.50megs.com/links1.html
http://www.burgoseletronica.hpg.ig.com.br/index.htm
http://www.sopic.hpg.ig.com.br/
http://www.xavielectro.cjb.net/
http://www.pablin.com.ar/
http://mysite.verizon.net/jimyhf2/tx500/index.htm
http://www.pcb123.com/pcb123download.php
http://www.smartdraw.com/downloads/download.asp?T=1305&interest=ee
http://clientes.netvisao.pt/jomajero/

LINKS ONDE SE PODE ENCONTRAR VÁRIOS DRIVERS

Comunidade para caçadores de Drivers, Tudo Sobre Drivers.
Downloads de "Drivers"
www.treiberupdate.de/treiber-download
www.guru3d.com
www.xpdrivers.com.br
www.totallydrivers.com
www.modemsite.com
www.modem-drivers.com
www.56k.com.br
www.station-drivers.com
www.inetbridge.net
www.drivers.com.br
www.ptdrivers.com
www.abcdrivers.com.br
www.drivercollection.com
www.driverguide.com
www.bioprotec.com.br " Driver P/ scanners TCE"
Sites com Foruns e muitas dicas sobre "Pcs".
www.nettutos.com
www.babooforum.com.br
www.clubedohardware.com.br
www.forumpcs.com.br
www.forum.abril.com.br
www.modemclub.com.br
www.pcforum.com.br
www.guiadohardware.net
www.winajuda.com
www.imasters.com.br
www.infowester.com
www.invasao.com.br
www.boadica.com.br
www.pypbr.com
www.clubcdr.com.br
www.microsoft.com/brasil/technet
http://forum.abusar.org
http://hmr.xenservers.net
Sites Com "Apostilas".
www.ricardo.ppg.br
www.apostilando.com
Manuais P/ "Modem's "ADSL"
www.abusar.org
www.portaladsl.com

YOU TUBE

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

Quase super busca

VIDEOS

manutenção em lap top CONSERTO DA CALCULADORA

O BLOG CRIADO PARA VC QUE GOSTA DE TECNOLOGIA

NOSSO PROPÓSITO É INTEIRAMENTE DIDÁTICO.

VALEU!!!