http://www.blogger.com/start
 

TECMATRÔNICA®

nosso propósito é inteiramente didático free hit counter
 
Relógio

Look! (visitem!)TECMATRÔNICA INFORMÁTICA

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Construção & Segurança

Construção & Segurança

Em todo o equipamento que funciona a partir da rede elétrica devem ser tomadas algumas medidas de segurança importantes. Essas medidas de segurança são normalmente regulamentadas por comissões técnicas de normalização. Em seguida apresentamos alguns requisitos de segurança que devem estar presentes quando se trabalha com equipamentos ligados à rede elétrica.

Quando trabalhamos com equipamentos elétricos temos que prestar atenção nas seguintes situações perigosas, para as quais devem ser tomadas medidas de segurança:
- uma tensão perigosa, superior a 42,4 V de pico ou 60 V contínuos;
- num nível de energia armazenado igual ou superior a 20 Joules, ou um nível de potência disponível de 240 VA ou superior;
- numa falha de isolamento que origine com que uma parte condutiva se torne perigosa;
- num nível de tensão ou energia perigoso no primário de uma fonte de alimentação;
- fonte de alimentação secundária (derivada de um circuito interno, que é fornecida e isolada de outra fonte de alimentação).

A proteção contra choque elétrico é obtida por duas classes de equipamento.
Classe I: equipamento com isolamento básico; as suas zonas condutoras, que se podem tornar perigosas caso este isolamento falhe, devem ser ligadas ao terminal terra de proteção.
Classe II: equipamento com isolamento duplo, ou reforçado, para ser usado em locais onde não existe ligação de proteção à terra (casos raros em equipamentos eletrônicos – aplicável principalmente a ferramentas de potência).

A utilização de um transformador com isolamento Classe II é preferível, no entanto, note que quando este é montado num equipamento Classe I, não confere, por si só, o estado de equipamento Classe II.

As caixas e todas as partes eletricamente condutoras, utilizadas para proteger o acesso dos utilizadores às fontes de alimentação, devem ser ligadas ao terminal de proteção terra, independentemente se estamos usando um transformador Classe II ou Classe I.

Mantenha sempre a maior distância possível entre as zonas que transportam a tensão da rede elétrica e as outras, e nunca inferior ao mínimo exigido.

Use sempre um conector de entrada para a tensão da rede aprovada com fusível e interruptor On/Off.

Neste caso, o fusível deve ser instalado depois do interruptor On/Off. Próximo de cada fusível deve ser colocado uma etiqueta com o valor da corrente e tipo de fusível.

O interruptor On/Off separado, que consiste na realidade num dispositivo para desligar equipamentos, deve ser um dispositivo de dois pólos aprovado (para ligar/desligar os dois condutores neutro e fase da tensão monofásica da rede elétrica). No caso de uma fonte de alimentação trifásica, todas as fases e neutros (usados) devem ser ligados/desligados simultaneamente. Um cabo de ligação à rede elétrica que se pode desligar pode ser considerado como um dispositivo de desligar. Num interruptor aprovado, a distância entre os contatos na posição de desligado não deve ser inferior a 3 mm.

O interruptor On/Off deve ser ligado o mais próximo possível da entrada da tensão da rede elétrica (cabo menor possível). Todos os componentes do circuito que está ligado ao primário do transformador, incluindo o fusível e os componentes de filtragem, devem ser colocados na seção do circuito primário ligada/desligada pelo interruptor. Se estes forem colocados antes do interruptor estarão sujeitos a um nível de tensão perigoso, mesmo quando o equipamento está desligado.

Se o equipamento usar uma fonte de alimentação de construção aberta, que não se encontra protegida por uma ligação a Terra ou uma caixa isoladora, todas as partes eletricamente condutoras da caixa devem ser ligadas à Terra, usando um fio verde e amarelo (verde com uma faixa amarela estreita – não utilize um fio amarelo com uma faixa verde). O fio de Terra não deve ser ligado de uma forma encadeada, de uma parte condutora para outra, mas sim para um ponto de Terra comum.

Cada parte condutora deve ser ligada a Terra através de um fio separado ligado a um ponto comum de Terra, que deve ser o mais próximo possível do conector de entrada da tensão da rede elétrica. Isso assegura que se a proteção de alguma parte condutora for removida, ainda se mantém a proteção de todas as outras partes condutoras.

Preste particular atenção aos eixos metálicos dos interruptores e potenciômetros: caso possam ser tocados, estes devem ser protegidos através de uma ligação à Terra. Contudo, deve-se ter em mente que estes tipos de componentes são construídos baseados em nas normas de segurança e proteção elétrica em vigor, e assim satisfazer os requisitos de isolamento.

Você também deve prestar atenção a temperatura de todas as partes que podem ser tocadas pelo utilizador, de modo a garantir que não existe nenhum perigo de queimadura ou risco de fogo.

Cabo de três condutores flexível com isolamento do tipo PVC
Corrente máxima                  3 A                6 A               13 A
Dimensão dos condutores    16/0,2 mm    24/0,2 mm    40/0,2 mm
Seção nominal                       0,5 mm2       0,75 mm2      1,25 mm2
Diâmetro do cabo                 5,6 mm         6,9 mm          7,5 mm

Fio condutor isolado
Corrente máxima                              1,4 A             3 A               6 A
Tensão máxima de funcionamento   1000 Vrms     1000 Vrms   1000 Vrms
Espessura do isolamento PVC           0,3 mm          0,3 mm        0,45 mm
Dimensão do condutor                      7/0,2 mm      16/0,2 mm   24/0,2 mm
Seção nominal                                   0,22 mm2      0,5 mm2       0,95 mm2
Diâmetro do fio                                 1,2 mm          1,6 mm         2,05 mm

Ligação do equipamento à rede elétrica

1.    Use um cabo para ligar à rede elétrica com conector apropriado.

2.    Coloque uma etiqueta do lado de fora da caixa, próximo da entrada do cabo, com a designação do tipo de equipamento, a tensão da rede, a freqüência de funcionamento e a corrente de consumo.

3.    Use um interruptor On/Off de dois pólos aprovado para desligar efetivamente o equipamento.

4.    Passe os fios por ilhós e fixe-os bem antes de soldá-los no lugar correto.

5.    Utilize mangas isoladoras para uma proteção extra.

6.    A distância entre os terminais do transformador e o núcleo e outras partes deve ser superior a 6 mm.

7.    Use o tipo de fio correto, dimensão e capacidade de corrente adequadas.

8.    A placa de circuito impresso, assim como todas as outras partes, deve estar bem fixada. Todas as junções e ligações devem ser feitas com cuidado e soldadas de forma que estejam mecânica e eletricamente sólidas. Nunca solde os fios que transportam a tensão da rede elétrica diretamente na placa de circuito impresso: use terminais de fixação ou terminais de aperto mecânico.

9.    Mesmo quando se utiliza um transformador Classe II, é conveniente, e necessário, usar um interruptor On/Off para isolar a tensão da rede do primário do transformador. O isolamento entre o primário e o secundário do transformador não garante, e não pode garantir, essa função.

0 comentários:

Postar um comentário

YOU TUBE

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

Quase super busca

Carregando...

VIDEOS

manutenção em lap top CONSERTO DA CALCULADORA

O BLOG CRIADO PARA VC QUE GOSTA DE TECNOLOGIA

NOSSO PROPÓSITO É INTEIRAMENTE DIDÁTICO.

VALEU!!!