http://www.blogger.com/start
 

TECMATRÔNICA®

nosso propósito é inteiramente didático free hit counter
 
Relógio

Look! (visitem!)TECMATRÔNICA INFORMÁTICA

quarta-feira, 8 de julho de 2009

No-Bleak

No-Bleak

Apagão, e o Sistema de Segurança?


O Sistema de segurança funcionará durante o apagão? Por quanto tempo o equipamento funcionará? A comunicação entre o sistema de alarmes e o seu proprietário estará garantida?

Essas dúvidas vêm surgindo nos usuários de sistemas eletrônicos de segurança. (Alarme, Circuito Fechado de TV.) Por se tratar de um equipamento de segurança, o fator interrupção de energia deve ser previsto na fase de projeto do sistema.

Essa garantia de funcionamento está relacionado a dois itens: Nos sistemas de circuito fechado de TV os NOBREAKs. Nos sistemas de alarmes a(s) BATERIA(s).

Uma outra preocupação é com o estado das baterias nos sistemas de alarmes. Temos a dizer que os equipamentos mais sofisticados monitoram o estado das baterias que os alimenta, assim, o próprio equipamento tem condição de “informar” se já é hora destas baterias serem substituídas.

Para isso, deve-se fazer uma verificação periódica de acordo com os procedimentos escritos no manual de operação da central de alarme instalado em sua casa ou comercio, e em caso de dúvida, entrar em contato com o profissional que o instalou para o esclarecimento.

Já, quanto aos sinais de comunicação entre o sistema de alarmes e os seus proprietários, não deve ocorrer problema algum, uma vez que os mesmos utilizam a linha telefônica para fazer o protocolo de comunicação, e as operadoras de telefonia possuem autonomia de funcionamento em casos de apagão.

Podemos dizer então que, observadas as questões acima citadas e tomando os cuidados necessários, os sistemas eletrônicos de alarmes. funcionarão normalmente no caso de ocorrer o “apagão”, garantindo assim a preventiva segurança do lugar e das pessoas.

Já para os Circuitos Fechados de Tv (CFTV) seu principio de funcionamento é diferente de um sistema de alarme assim para que funcione na falta de energia da rede elétrica, necessita de um equipamento chamado Nobleak.

2- No-bleak

O que é um nobreak? Um equipamento que dá carga a uma bateria de 12Vdc. Em caso de falta de energia da rede elétrica, essa mesma bateria, quando em perfeito estado de funcionamento, passa a ser utilizada para alimentar os dispositivos eletrônicos ligados ao nobreak. Sendo que a energia da bateria é antes convertida para 110Vac, assim os dispositivos eletrônicos ligados ao nobreak continuarão seu funcionamento normal. No caso especifico, os equipamentos que formam o sistema de segurança (Central de alarme, Circuito fechado de Tv, Fechaduras eletromagnéticas, sistemas de interfones, etc)

Serve também como proteção para equipamentos sensíveis a oscilações da rede elétrica. Os problemas mais comuns que ocorrem na rede elétrica são:

Surtos de tensão: São transientes de alta energia, que muitas vezes atingem a magnitude de kilovolts e aparecem na rede elétrica com muita freqüência, principalmente no verão pela ação de descargas atmosféricas (raios).

Ruídos de linha: São ruídos de alta-freqüência provocados pela conexão de equipamentos como motores, ar-condicionados, fontes chaveadas, etc., à rede elétrica.

Distorção harmônica: Este fenômeno é uma deformação da senóide (formato da onda) e é provocado por cargas pesadas conectadas à rede, do tipo de motores de indução, solenóides, geradores, etc., principalmente aquelas cargas com baixo fator de potência.
Este distúrbio pode provocar uma desenergização momentânea da fonte de alimentação do computador, travando-o.

Sub e sobretensão de rede: Estes eventos ocorrem quando o nível da energia fornecido pela concessionária ultrapassa os limites aceitáveis e suportáveis pelos equipamentos. Se a subtensão atingir valores extrapolados, pode provocar perda de dados nos computadores, distorção na tela de monitores e televisores, etc. Ocorrendo sobretensão, certamente haverá queima de equipamentos.

Pequenas Interrupções (efeito Flicker): Interrupções muito curtas no fornecimento da energia elétrica, com duração da ordem de milésimos de segundos e que quase sempre são imperceptíveis ao usuário. Provocam freqüentemente perda de dados em arquivos de computadores ou travamento de sistemas.

Grandes Interrupções (black-out): Grandes interrupções de energia ou o que popularmente chamamos de "black-out". São geralmente provocadas por algum distúrbio grave nas subestações ou na rede de distribuição. Podem durar minutos ou se prolongar por horas. Este evento é o maior causador de prejuízos em especial quando pessoas ma intencionadas se valem destes períodos de falta de energia para cometerem delitos.

Variação da Freqüência: A freqüência da energia fornecida pelas concessionárias é 60 Hz para todo o território nacional. A não variação desta freqüência, além de um limite não superior a +/- 0,5Hz é um sério compromisso que as mesmas assumem com os consumidores. Ocorrendo uma variação superior a este limite poderá provocar superaquecimento e até queima da carga que estiver conectada à rede.

Em resumo: projetar um sistema de segurança eletrônica e não pensar na própria proteção dos equipamentos que o forma e em seu funcionamento regular na falta de energia da rede, é no mínimo, uma displicência.

0 comentários:

Postar um comentário

YOU TUBE

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

Quase super busca

Carregando...

VIDEOS

manutenção em lap top CONSERTO DA CALCULADORA

O BLOG CRIADO PARA VC QUE GOSTA DE TECNOLOGIA

NOSSO PROPÓSITO É INTEIRAMENTE DIDÁTICO.

VALEU!!!